Instagram Top Grid

Siga-me no:

  • Transição capilar Crespa novamente: O que você precisa saber

Oie Galera linda, tudo bem? Hoje quero falar com vocês um pouco sobre transição capilar dos cabelos crespo.
Você decidiu passar pela Transição Capilar pra se tornar Crespa novamente: o que você precisa saber?

Já faz uns anos que homens e mulheres negros do Brasil estão assumindo seus cabelos naturais e deixando sua negritude falar mais alto, mas isso não quer dizer que seja fácil.

Passar dos cabelos alisados aos naturais novamente é demorado e requer muita paciência,esse processo vocês devem conhecer como transição capilar. Você pode passar pela transição mas, também pode agilizar o processo e fazer o BC (big chop/ grande corte). Então se você chegou aqui é porque busca auxilio para se tornar Crespa novamente, bora conferir as dicas abaixo.

Transição capilar – Crespa novamente: O que você precisa saber antes de começar!

1. PaciênciaTransição capilar Crespa novamente: O que você precisa saber

Começamos a ver vários Black Powers pela rua e imaginamos que é só parar de passar química que o cabelo vai ficar daquele jeito, mas não é. A transição pode demorar dependendo da velocidade que seu cabelo cresce e os cuidados que você tem com ele, por isso  muita hidratação e cortes frequentes são necessários para um cabelo forte e saudável.

2. Forca de vontade

Quando a raiz passa a ficar realmente grande a diferente textura dos fios se torna aparente, a parte natural fica mais alta e volumosa, o que pode ser estressante. Isso requer bastante força de vontade para não correr no salão e alisar. Nesse tempo vocês têm válvulas de escape chamadas texturização, que vão desde coquinhos e transinhas a bigudins e twists. Essas texturizações deixaram o cabelo todo igual, demoram um pouquinho mas o resultado vale a pena e o cabelo fica lindo.

Transição capilar Crespa novamente: O que você precisa saber3. Persistência

O maior obstáculo que encontrei durante a transição fui eu mesma. Podem se preparar por que vai ser muito comum vocês receberem criticas boas e principalmente ruins, mas o diferencial é o que você faz com elas. A resistência da minha família em aceitar a minha escolha por um cabelo natural poderia ter me jogado no fundo do poço, e realmente era lá que eu me sentia às vezes. Mas, levantar e enfrentar o que te machuca é um teste de coragem e faz você se tornar muito mais madura, porque hoje você tem que lidar com criticas ao seu cabelo, mas amanhã pode ser sua roupa, seu jeito de falar, de trabalhar.

Não se deixe abater com a opinião das outras pessoas. Afinal é muito fácil dar palpite, o difícil mesmo é se colocar no lugar do outro e ter empatia. Por isso, hoje elogio cada menina preta com os cabelos curtinhos ou texturizados na rua, para elas saberem que não estão sozinhas, e às vezes um elogio é tudo que elas precisam para seguir em frente e se aceitarem.

Transição capilar Crespa novamente: O que você precisa saber4. Big Chop

Minha transição na verdade durou quase 4 meses. Meu cabelo caia bastante porque eu ainda fazia chapinha (não aconselho) e isso ressacava muito mesmo com todas as hidratações. Eu sou uma pessoa muito impaciente e preguiçosa de mais para ficar texturizando. Acordei numa manhã e senti  que não aguentaria mais, eu estava igual uma bomba relógio. Foi então que eu soube: Estava na hora do grande corte. Tirar toda a química do cabelo é algo que não vai ter volta tão cedo então é melhor estar preparada e segura do que vai fazer. Na real eu não estava pronta pra nenhuma das duas coisas hehehe, mas decidi arriscar. Mas, diferente da maioria meu grande corte foi raspar TUDO! (Clique aqui pra assistir o vídeo sobre a história do meu cabelo).

Olha pretas a sensação de soltar as algemas é incrível, vale muito a pena, mas é um peso grande para carregar, deixar o cabelo curto em uma sociedade machista e racista é difícil, você tirou o símbolo de “feminilidade” pra assumir teu cabelo crespo, é muita rebeldia aos olhos do sistema.

Então preta esteja preparada e lembre-se: VOCE NÃO ESTÁ SOZINHA.Transição capilar Crespa novamente: O que você precisa saber

0
Compartilhe

Você também pode gostar

Comentários no Facebook